'

Jesus é Deus? O que a Bíblia Realmente Revela

Esta é uma dúvida que sempre esteve presente no meio dos cristãos, desde os primórdios da era da Igreja: Jesus é Deus? A Bíblia realmente revela que Jesus Cristo é Deus? 

Bom, é isso que você vai descobrir neste artigo do Creio na Bíblia! Se você é novo aqui neste site, saiba que toda a base deste site está fundamentada somente nas Escrituras Sagradas, por isso o nome do Site é “Creio na Bíblia”.

E-book Gratuito

Como Estudar a bíblia

O fato de crer na Bíblia é o ponto que começamos nossa análise sobre se Jesus é Deus. Tudo o que vamos mostrar aqui foi extraído da Bíblia e vamos mostrar os versículos que são a base do entendimento sobre se Jesus é Deus ou não.

Então fique comigo neste artigo, leia com muita atenção, porque hoje definitivamente você vai entender tudo sobre se Jesus é Deus, conforme a Bíblia realmente revela.

A Bíblia diz que Jesus é Deus?

Antes de entrarmos no ponto sobre divindade de Jesus Cristo, é importante estabelecer alguns pontos.

Ponto #01 – A Bíblia fala que só existe um Deus

“Ouve, Israel, o Senhor nosso Deus é o único Senhor.”

Deuteronômio 6:4

Deus ao se revelar ao homem, sempre mostrou a sua Grandeza, Glória e Majestades únicas, que não há alguém semelhante a ele e nem pode haver.

Nessa passagem de Deuteronômio, que é um livro que tem como objetivo fazer uma “revisão da lei”, Deus deixa claro que Ele é o Único Senhor.

Então essa é a nossa primeira base, só existe um Deus e só existe um Senhor.

Eu, eu sou o Senhor, e fora de mim não há salvador.

Isaías 43:11

Este mesmo ponto é afirmado neste trecho de Isaías e em diversos outros trechos da Bíblia.

Ponto #02 – Se Só Existe um Deus e um Senhor, Como Pode Jesus Cristo ser Senhor e Deus?

“Disse o SENHOR ao meu Senhor: Assenta-te à minha mão direita, até que ponha os teus inimigos por escabelo dos teus pés.”

Salmos 110:1

Ao analisarmos este primeiro versículo do Salmos 110, vemos “Dois” Senhores, mas seriam de fator Dois Senhores? Ou a Bíblia estaria se referindo a Deus e a Jesus?

No Texto Original, podemos ler o seguinte: “Yahweh disse ao meu Adonai”. Yahweh é o nome de Deus revelado no Velho Testamento e Adonai é outro nome que também se refere a Deus, pois Adonai aponta para a Grandeza e o Senhorio de Deus.

Neste versículo temos um “diálogo” entre Deus Pai e Deus Filho. E como o nosso ponto central é crença total na Bíblia como inerrante e sem contradições, e esta mesma Bíblia diz que só existe um Senhor, podemos concluir que sim, Jesus é Deus. E além disso, é um com Deus Pai.

“Eu e o Pai somos um.”

João 10:30

Ponto #03 – O Velho Testamento Mostra que Jesus é Deus

Existem diversas passagens bíblicas que apontam para o fato de Jesus ser Deus, podemos listar várias delas, mas separei algumas que ao meu ver, revelam que Jesus é Deus de forma inquestionável.

“Eis que eu envio o meu mensageiro, que preparará o caminho diante de mim; de repente, virá ao seu templo o Senhor, a quem vós buscais, o Anjo da Aliança, a quem vós desejais; eis que ele vem, diz o Senhor dos Exércitos.”

Malaquias 3:1

O Senhor ao falar do envio do seu Mensageiro o chama de “Anjo da Aliança” que é desejado, porém… Quem Israel desejava era o próprio Senhor, E diz que o Mensageiro virá ao Templo e o chama de “Senhor”, o mesmo nome de Deus.

Outro ponto que é importante de analisarmos é o fato de que Deus sempre deixou claro que só devemos adorar ao Único Senhor e Verdadeiro, como poderia Israel desejar um Mensageiro que não fosse o próprio Senhor? Simplesmente não poderia…

“Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz;”

Isaías 9:6

Esta profecia de Isaías é inquestionável o fato de estar profetizando o nascimento de Jesus Cristo. O ponto principal aqui está nos títulos que Isaías usa para qualificar o menino. Chamando-o de: “Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade e Princípe da Paz”…

São qualificações exclusivas de Deus. Deus Forte só pode se referir a Deus e o mesmo para o Pai da Eternidade. Pai da Eternidade mostra que o menino que nasceria é o Criador da própria Eternidade, sendo ele portanto superior e eterno.

Não podemos esquecer do nosso ponto #01, só existe um Deus, e esse Deus existe em três pessoas, iguais em essência, grandeza, poder e glória.

Mas vamos nos ater especificamente neste artigo em analisar o questionamento: “Jesus é Deus?” Em outro artigo vamos analisar mais detalhadamente sobre a pessoa do Espírito Santo.

Ponto #04 – O Novo Testamento Mostra que Jesus é Deus

No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por intermédio dele, e, sem ele, nada do que foi feito se fez.

João 1:1-3

O primeiro capítulo do Evangelho de João já é a prova incontestável de que a Bíblia revela que Jesus é Deus.

João diz que o Verbo (Jesus) estava com Deus, logo duas pessoas. E também diz que o Verbo era Deus, logo um só Senhor.

Ao lermos Gênesis 1 vemos que Deus criou os céus e a terra, e João complementa esta revelação ao dizer que todas as coisas no Gênesis (princípio) foram feitas por intermédio de Cristo.

E em diversas outras passagens vemos claramente sobre divindade de Cristo, como em Colossenses 1 que diz que todas as coisas: “nele foram criadas todas as coisas nos céus e na terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos ou soberanias, poderes ou autoridades; todas as coisas foram criadas por Ele e para Ele. Ele é antes de todas as coisas, e nele tudo subsiste”.

“Passados oito dias, estavam outra vez ali reunidos os seus discípulos, e Tomé, com eles. Estando as portas trancadas, veio Jesus, pôs-se no meio e disse-lhes: Paz seja convosco! E logo disse a Tomé: Põe aqui o dedo e vê as minhas mãos; chega também a mão e põe-na no meu lado; não sejas incrédulo, mas crente.

Respondeu-lhe Tomé: Senhor meu e Deus meu!”

João 20:26-28

A declaração de Tomé ao ver Jesus ressuscitado, é reveladora, ele diz Senhor Meu (sendo que só Deus é Senhor) e Deus Meu, sendo que só há um Deus, e isso era muito claro para um judeu zeloso como era Tomé.

E Jesus de maneira nenhuma corrige Tomé, poderia dizer que ele não era Deus, se assim fosse. Mas o fato é que Jesus, sendo Deus, recebeu a adoração de Tomé.

E em outras passagens do Novo Testamento, Jesus recebe adoração, e temos que ter em mente o Mandamento que diz: “Somente ao Senhor teu Deus adorarás”.

Jesus Dizia de Si Mesmo que Ele é Deus?

Podemos claramente enxergar no Novo Testamento diversas passagens bíblicas que apontam para Jesus ser Deus, algumas até já citadas neste artigo.

No Velho Testamento, em Daniel 7, podemos ler o seguinte:

“Eu estava olhando nas minhas visões da noite, e eis que vinha com as nuvens do céu um como o Filho do Homem, e dirigiu-se ao Ancião de Dias, e o fizeram chegar até ele. Foi-lhe dado domínio, e glória, e o reino, para que os povos, nações e homens de todas as línguas o servissem; o seu domínio é domínio eterno, que não passará, e o seu reino jamais será destruído.”

Daniel 7:13,14

Daniel diz que o Senhor seria chamado de Filho do Homem, sendo este um título que Jesus referiu-se a si mesmo.

O Filho do homem veio para salvar o que se havia perdido.

Mateus 18:11

Em outras passagens também vemos Jesus se referindo a si como o Filho do Homem (veja aqui).

E uma passagem emblemática: 

Respondeu-lhes Jesus: Em verdade, em verdade eu vos digo: antes que Abraão existisse, Eu Sou.

Então, pegaram em pedras para atirarem nele; mas Jesus se ocultou e saiu do templo.

João 8:58,59

Nesta passagem Jesus referiu-se a si mesmo como “Eu Sou”, que é o mesmo nome que Deus se apresentou a Moisés no Velho Testamento.

Diante deste fato, os judeus quiseram apedrejar a Jesus, pois na visão deles, ele estaria cometendo uma grande blasfêmia ao dizer que Ele era o Eu Sou, que significa dizer que Jesus é Deus.

A Obra de Jesus Revela Que Ele é Deus?

A obra de Cristo na Terra revela a divindade de Cristo. Ele fez muitos milagres, inclusive ressuscitando os mortos, sendo Senhor de todas as coisas, controlou a natureza, andou sobre as águas, curou doentes e nem a morte  era algo grande para Ele.

Jesus é o Filho de Deus ou é Deus?

Jesus é Deus e o Filho de Deus, a segunda pessoa da Santíssima Trindade, sendo eternamente Gerado pelo Pai, é antes de tudo e a todos sustenta pela sua Palavra, como está escrito, e “Ele Será chamado Pai da Eternidade”…

Ponto #05 – Os Atributos de Cristo na Bíblia São os Mesmos de Deus

A bíblia claramente aponta que Jesus é Deus ao revelar os seus atributos como os mesmos de Deus.

Jesus é Onipotente

  • Filipenses 3:21
  • João 5 19:21

Jesus é Onisciente 

  • João 2:25
  • João 16:30
  • Apocalipse 2:23

Jesus é Onipresente

  • Mateus 18:20
  • Mateus 28:20

Jesus é Eterno

  • Isaías 9:6
  • 2 Timóteo 1:9

Jesus é Soberano

  • Mateus 11:27
  • João 17 1:2
  • Efésios 1 20:21
  • Filipenses 2 9:11

Jesus é Imortal

  • João 2 19:22
  • João 10 17:18

Jesus é Homem?

Sim, Jesus é 100% Deus e 100% homem, as duas naturezas de Jesus são integrais em seu ser. Esse é um dos mistérios bíblicos, como Jesus pode ser Deus e pode ser homem ao mesmo tempo.

Porém, a bíblia deixa claro que somente nesta condição, Jesus poderia nos salvar, pois sendo homem, sem pecado, ofereceu-se no lugar de outros homens que pecaram. 

E sendo Deus, Ele é o elo perfeito que nos liga ao Pai, sendo Jesus o caminho a verdade e a vida.

Podemos Concluir que Jesus é Deus

Podemos concluir sem erros que Jesus é Deus, é isso que a bíblia revela e se você é assim como nós, e crê na Bíblia, pode ter total segurança nisso.

Jesus é Deus, o que Era e é e que há de vir. Glórias a Deus, que pelo seu amor, nos salva.

Apenas um Filho e Deus e isso é Tudo que eu preciso!

Novo E-book Gratuito

Como Estudar a Bíblia de forma efetiva

E-book 100% Gratuito

Desenvolva sua vida espiritual a partir da Bíblia, Informe Seu Email Abaixo e Clique no Botão.

Mapa do Site   Curso de Teologia